Sitemap - o que é, e como configurar

Sitemap (1)

Sitemap.xml e sitemap html

Sitemap.xml

É um arquivo que ajuda os buscadores a identificar quais páginas serão indexadas, gerando esse arquivo e enviando a raíz do servidor você estará ajudando os buscadores a saber o que deve ou não deve ser indexado ao seu banco de dados, ao configurar o arquivo, você terá informações importantes que serão informadas aos “crawlers” como a frequência de datas que o robô deve ir ao seu site, ou páginas de maior relevância.

Pode-se tanto gerar o arquivo no site xml-sitemap e fazer o upload no servidor como instalar plugins, caso esteja usando o wordpress, recomendamos o google xml sitemaps

Se seu site é um e-commerce em php, deve-se criar cada url para cada produto, para cada “id” que vem depois de “get”

Os arquivos devem ter até 50000 urls indexadas, ou menos de 10 megas, caso ultrapasse, deve-se usar o gzip para a compressão ,ou caso passe esse número, deve ser criado um outro arquivo para novas indexações.

Com o arquivo gerado, ele deve estar especificado dentro do arquivo robots.txt na última linha, para verificar se o arquivo foi indexado corretamente ou se existe algum erro como indexação ou parâmetros, vá até o webmaster tools e vá em rastreamento > testar robots.txt

 

sitemap_robots

o Webmaster tools avisa em caso de erro

Tipos de sitemap.xml

Podemos dizer aos crawlers e enviar sitemaps especificos para que o conteudo seja melhor indexado, ao dizer isso, devemos criar um para cada categoria:

  • Vídeo – permite a indexação de miniaturas de vídeos nas serps

  • Imagens – fornece informações sobre o arquivo e o tipo de lisença

  • News – Fornece conteúdo fresco aos usuários sobre os últimos acontecimentos, muito comum para portais de notícias.

O motores de busca odeiam conteúdo duplicados, tendo instalado e configurado corretamente esse arquivo, estamos dizendo em primeira mão que o conteúdo gerado é de autoria prórpia, assim evitamos que sites possam duplicar nosso conteúdo e assumir a autoria.

Sitemap.html

Conhecido como mapa do site, normalmente situado no rodapé, ajuda o usuário a localizar páginas do seu site, aumentando o nível de acessibilidade do seu site, além de construir links internos relevantes que irão aumentar o page e domain authority. Caso use o wordpress, poderá facilmente criar no footer através dos widgets.

Nesse vídeo Matt Cutt’s explica da importância de se criar esse arquivo, um usuário questiona sobre a importância de se criar um arquivo sitemap html para o usuário já que um arquivo já é gerado para os motores de busca, e se ele é relevante a motores de busca na web 2.0,.

Matt responde com uma pergunta, você quer que seu site seja relevante aos motores de busca na web 2.0? e fala sobre uma melhoria do page rank distribuído ao longo dessas páginas, sobre a experiência do usuário ao achar melhor o conteúdo classificado por categorias que podemos estabelecer, seja por assuntos, datas, ordem alfabética, etc e termina recomendado o site ter os dois arquivos, o xml e o html, um para os motores de busca e outros para o usuário.